Em assassino em série btk Darkside books de frente com o mal dennis lynn rader dennis rader kansas máscara da maldade modus operandi serial killer wichita

De frente com o mal: Dennis Rader (BTK)


No de frente com o mal de hoje vamos falar do Serial Killer BTK.

Nome: Dennis Lynn Rader
Nascimento: 09/03/1945
Local: Pittsburgh, Kansas
Altura: Entre 1,70 e 1,80
Cônjuge: Paula Dietz (1971 a 2005)

Dennis Rader foi um dos assassinos mais cruéis de todos os tempos, seu modus operandi lhe rendeu a alcunha de BTK (bind, torture e kill), pois ele amarrava, torturava e matava suas vítimas. 

Rader sentia prazer em se estimular e se estrangular ao mesmo tempo, mas um dia isso não foi o suficiente e ele decidiu que deveria matar. Assim seu caminho cruzou com a família Otero, da família de sete membros, apenas o filho mais velho conseguiu sobreviver ao primeiro ataque de BTK, mas infelizmente esse não foi o último.

Ao contrário de duas primeiras vítimas, o BTK preferia mulheres que moravam sozinhas ou com filhos pequenos, que não tivessem cachorro em casa. Para amarrar a vítima, ele usava uma meia de nylon ou fio do telefone, e as matava, não antes de fazê-las sofrer.

Dennis Rader não tinha escrito na testa que era um serial killer, tinha um emprego normal, uma esposa, mas durante a década de 70, 80 e início de 90 ele causou pânico e terror em Wichita, Kansas. Até que um dia os assassinatos simplesmente pararam, a polícia deduziu que o assassino morreu ou foi preso por algum outro crime, mas a verdade é que o que fez Rader parar de matar foi o nascimento de sua filha. Em 2004 a polícia recebeu uma carta que supostamente seria do BTK.

Dos anos 90 até 2004 a medicina fez grandes avanços, o exame de DNA era bem mais eficaz, algo que ajudava muito na captura de criminosos, assim como a tecnologia. Como é típico de todo serial killer, Rader era muito confiante de que conseguiria se safar para sempre dos seus crimes, então um dia através dos jornais desafiou a polícia a localizá-lo através de um disquete, a polícia respondeu que ele deveria pagar pra ver. Assim após mais de 30 anos, em 2005 o BTK foi capturado.

Rader foi julgado por 10 assassinatos e condenado a 10 penas de prisões perpétuas (cerca de 175 anos) sem possibilidade de condicional, pois na época dos seus crimes o Estado do Kansas ainda não tinha pena de morte. Atualmente Rader está com 75 anos e cumpre a pena em um presídio no Kansas. 


Fonte de pesquisa

BTK Profile: Máscara da Maldade, de Roy Wenzl, Tim Potter, L. Kelly e Hurst Laviana 


Para saber mais sobre serial killer, leia também:


Glossário:

Serial Killer: Assassino em série.
Modus operandi: Modo de operação; como o indivíduo atua.


Por Priscila Biancardi

Posts Relacionados

10 comentários:

  1. Casos assim são apavorantes, me fazem pensar até onde pode ir a maldade humana. A leitura deve ser intensa e interessante, gosto de saber mais sobre casos de serial killers.

    ResponderExcluir
  2. Ah!!! Fugindo de livros assim...Nesse caos que estamos vivendo estou lendo só romances leves e açucarados.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Esse tipo de leitura sempre mexe comigo, hoje em dia me afasto delas rs. É extremamente difícil para mim aceitar que "humanos"(até que se prove o contrário...) são capazes deste tipo de coisas desse tipo e imaginar quantos casos não foram solucionados por falta de tecnologia ...

    ResponderExcluir
  4. Seu post só me deixou ainda mais curiosa para ler BTK. Estou com o livro aqui desde que ele foi lançado, mas confesso que não era minha primeira opção de livro de thrue crime para ler hehe. Acho que depois que eu ler Anatomia do Mal vou pegar logo ele.
    É muito bizarro pensar que uma pessoa chegou num nível tão grande maldade e foi capaz de atos tão horríveis!

    ResponderExcluir
  5. Acho muito interessante ler sobre serial killer, sempre fico tentando entender como funciona a mente e qual a "explicação" (bem entre aspas, porque acho que nada explica ou justifica) por traz de tanta maldade. Sobre o BTK, só conheço o nome, nunca li muitos detalhes sobre a ação dela, e estou surpresa (e satisfeita) que mesmo tanto tempo depois dos seus crimes ele tenha sido preso.

    ResponderExcluir
  6. Ah, dio santo... preciso desse livro para ontem. Sempre tive curiosidade em investigar essas mentes, antes mesmo de cursar psicologia. Acho fascinante o assunto, embora seja horrível e bizarro. Mas, a minha curiosidade era cientifica, acreditava que haveria uma maneira de compreender como essas mentes doentias se formam e qual gatilho disparo tudo porque pelo que percebi, muitos são figuras comuns (como mencionou) e de repente é como se existisse outra personalidade que emerge e faz as coisas que faz.

    ResponderExcluir
  7. Nem preciso dizer que é um tema que eu curto e gostei muito do post.
    Acho incrível como eles passam por pessoas normais, acima de qualquer suspeita e o BTK me deu pavor com essas características dele, as fotos dele mesmo.
    Já estou curiosa para saber quem será o próximo.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Seral Killer: Anatomia do Mal é o melhor livro do mundo. Tô lendo e amando cada página ❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  9. Fiquei curiosa para ler este livro desde o dia em que em um grupo do Facebook e uma mãe relatou que a filha (pela foto a menina parece ter uns 12-14 anos), quando indagada pelo professor durante uma aula on line, sobre qual livro está lendo na quarentena, correu até a estante e pegou justamente esse livro para mostrar. A mãe ficou com medo que o Conselho Tutelar a procurasse e deu uma bronca na menina pela mentira. Não sei se chegou a desmentir ou não e não sei se o conselho apareceu ou não, mas a curiosidade pela leitura ficou heheh
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Nossa amiga, que post sensacional! Só me deixou ainda mais curioso para ler BTK, que inclusive eu estou esperando para ler ele no momento certo, por ser uma leitura pesada que exige um pouco mais de atenção. Quando eu ler eu te digo o que eu achei.

    ResponderExcluir