Em a menina de vidro doença rara drama editora verus jodi picoult livro ossos de vidro resenha willow

Resenha: A menina de vidro - Jodi Picoult

Livro: A menina de vidro
Autora: Jodi Picoult
  Editora: Verus
Páginas: 532
Nota: 


Sinopse

Até onde você iria para garantir o futuro de um filho?Quando Willow nasce com osteogênese imperfeita, uma doença grave que a faz ter ossos extremamente frágeis, seus pais, Charlotte e Sean, ficam arrasados – a menina vai sofrer centenas de fraturas ao longo de sua existência e ter uma vida de dor. Se ela casualmente tropeçar e cair, pode ter uma fratura exposta e passar os seis meses seguintes numa tala ortopédica que envolve metade de seu corpo e a impede de andar. Depois de anos de cuidados constantes com Willow, sua família está à beira da falência. Até que uma dupla de advogados oferece a Charlotte uma oportunidade de salvação: processar sua obstetra por nascimento indevido – ou seja, por não ter diagnosticado a doença de Willow cedo o bastante para que sua mãe pudesse optar por um aborto. A indenização pode assegurar a Willow um futuro tranquilo, mas para consegui-la Charlotte tem que processar a dra. Piper Reece, sua obstetra e melhor amiga – e afirmar perante o júri que gostaria que sua filha nunca tivesse nascido...Profundamente tocante, A menina de vidro nos leva ao coração de uma família ligada pela tragédia, pela vontade desesperada de impedir que seus laços de rompam e, acima de tudo, pela imensa capacidade de amar. Com a graça e a sabedoria que a tornaram famosa, Jodi Picoult nos oferece neste livro uma história inesquecível sobre a fragilidade da vida e até onde estamos dispostos a ir para protegê-la.

Minha opinião


Willow nasceu com uma rara doença que deixa seus ossos muito fracos, e qualquer queda pode resultar em meses com um gesso e sem a possibilidade de andar.

Como todo doença rara, esta também é muito cara para tratar e não estamos falando de uma família rica aqui, então as contas são muito mais altas do que eles podem pagar. Diante disso, a família de Willow procura advogados para saber se tem algo que possam fazer. Eles aconselham que a mãe - Charlotte - da menina processe a obstetra que não foi capaz de detectar a doença cedo o suficiente para a mãe optar por um aborto. O problema é que a obstetra é sua melhor amiga.

Agora Charlotte precisa escolher se quer processar sua médica e melhor amiga, para assim conseguir a indenização que pode garantir para sua filha um futuro confortável ou se quer continuar recebendo as contar sem ter como pagar. Se optar pela primeira opção, Charlotte também terá que dizer em um tribunal que se pudesse teria abortado a filha.

Jodi Picoult é mestre em mexer com nossas emoções, além do arco principal, existem vários outros dramas que rondam essa história. A capacidade da autora de mexer com nossos sentimentos é incrível, em vários momentos eu me vi prendendo a respiração esperando qual seria o próximo passo. A menina de vidro trata de drama familiar, escolhas e sacrifícios. Recomendo ler com uma caixa de lenços do lado.

Você pode adquiri-lo aqui.

Por Priscila Biancardi

Posts Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário