Em ainda sou eu como eu era antes de você depois de você editora intrínseca jojo moyes livro louisa clark resenha romance trilogia

Resenha: Ainda sou eu - Jojo Moyes

Livro: Ainda sou eu
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Nota:⭐⭐⭐⭐

Sinopse

Sequência dos romances Como eu era antes de você e Depois de você, que arrebataram o coração de milhares de fãs, Ainda sou eu conta, pela perspectiva delicada e bem-humorada de Lou Clark, uma história comovente sobre escolhas, lealdade e esperança.

Lou Clark chega em Nova York pronta para recomeçar a vida, confiante de que pode abraçar novas aventuras e manter seu relacionamento a distância. Ela é jogada no mundo dos super-ricos Gopnik — Leonard e a esposa bem mais nova, e um sem-fim de empregados e puxa-sacos. Lou está determinada a extrair o máximo dessa experiência, por isso se lança no trabalho e, antes que perceba, está inserida na alta sociedade nova-iorquina, onde conhece Joshua Ryan, um homem que traz consigo um sopro do passado de Lou.

Enquanto tenta manter os dois lados de seu mundo unidos, ela tem que guardar segredos que não são seus e que podem mudar totalmente sua vida. E, quando a situação atinge um ponto crítico, ela precisa se perguntar: Quem é Louisa Clark? E como é possível reconciliar um coração dividido?

Sequência dos romances Como eu era antes de você e Depois de você, que arrebataram o coração de milhares de fãs, Ainda sou eu conta, pela perspectiva delicada e bem-humorada de Lou Clark, uma história comovente sobre escolhas, lealdade e esperança.

Minha opinião

[ATENÇÃO: CONTÉM SPOILER DO LIVRO "COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ" E "DEPOIS DE VOCÊ"]

Último capítulo da jornada da nossa querida Louisa Clark.
Lou finalmente foi para Nova York. Lá ela se vê em um emprego onde é cercada por pessoas ricas e poderosas, no início ela fica um pouco deslocada, mas logo se lembra do que Will disse sobre viver intensamente, então logo ela se adapta a vida glamourosa.

Seus patrões são os Gopnik, que são ricos e poderosos, mas como toda família também tem seus problemas e o papel de Lou é ser assistente pessoal da Sra. Gopnik, o que se mostra uma tarefa difícil.

"Pensei em como somos moldados pelas pessoas que nos cercam e como precisamos ser cuidadosos ao escolhê-las exatamente por esse motivo. Então pensei também que, apesar de tudo, no fim talvez seja necessário perder todas elas para de fato descobrirmos quem somos."

Aparentemente tudo está ótimo, tirando o fato de Lou ter deixado o namorado Sam em Londres, o que os força a viver um romance a distância, o que se torna muito difícil quando Lou conhece um jovem executivo que é a cara de Will Traynor. Será que Louisa vai ficar com o coração balançado?

No meio de tanto confusão e glamour temos a senhora De Witt, que de início se mostra uma velha ranzinza e insuportável, mas que no decorrer do livro se mostra uma personagem muito cativante, apesar da língua afiada, não podemos esquecer de mencionar o seu charmoso cãozinho, o Dean Martin.

"Durante algum tempo, você vai se sentir pouco à vontade em seu novo mundo. É sempre estranho ser arrancada de sua zona de conforto."

Nesse desfecho podemos observar claramente o amadurecimento da Lou, no primeiro livro no início temos uma mulher acomodada sem nenhuma ambição, que larga tudo em Londres para viver o sonho americano, é inegável que o Will deixou uma grande lição para Lou, mas devo confessar que o fato dela sempre trazer a memória dele à tona me incomoda um pouco.

Enfim, é um bom livro, melhor do que o anterior, mas não chega aos pés de Como eu era antes de você, é legal pra saber como finaliza a história da Lou, mas se quiser ler só o primeiro e encerrar por aí, pode tranquilamente.

Você pode adquirir o livro aqui.

Por Priscila Biancardi

Posts Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário