Em Darkside books darkside readers team donnie darko editora darkside fantasia ficção científica halloween livros de filmes maratona da caveira roteiro original viagem no tempo

Resenha: Donnie Darko - A visão original de uma obra-prima

Livro: Donnie Darko
Autor: Richard Kelly
Editora: DarkSide Books
Páginas: 240
Nota:⭐⭐⭐
⭐⭐
Primeiro livro finalizado da #MaratonaDaCaveira do @darksidereadersteam

Sinopse

Você ainda não viu esse filme. Mesmo que seja fã de carteirinha, e já tenha assistido a Donnie Darko mais de uma vez – ou dez, ou quinze, quem está contando? Pois a versão que a DarkSide Books está lançando é inédita. Pela primeira vez no Brasil, você poderá entrar de cabeça no universo paralelo de Frank, Donnie e seu criador. Não se trata de uma adaptação do longa-metragem de 2001, e muito menos de um romance que poderia ter inspirado o cineasta Richard Kelly. Donnie Darko, o livro, apresenta na íntegra o roteiro original. A primeira materialização da história, sua chance de conhecer a visão original dessa intrigante obra-prima. A história de Donnie Darko é fácil de resumir – e talvez por isso mesmo ele tenha se transformado no filme preferido de tanta gente mundo afora: um adolescente problemático, com sintomas de esquizofrenia e sonambulismo, escapa da morte quando uma turbina de avião cai no seu quarto. Ele passa a ter visões com Frank, o humano numa estúpida roupa de coelho, ou seria o contrário? Além do roteiro original, Donnie Darko, o livro conta com prefácio exclusivo, assinado por Jake Gyllenhaal, o astro de sucessos como Zodíaco e O Segredo de Brokeback Mountain; uma robusta entrevista sobre todo seu processo de criação, verdadeira aula sobre o amor ao cinema e as armadilhas da indústria do entretenimento; e A Filosofia da Viagem no Tempo – isso mesmo, uma reprodução de trechos do livro escrito por Roberta Sparrow, a Vovó Morte do filme. É o livro que Donnie lê para tentar desvendar o que está acontecendo no mundo ao seu redor. Agora você tem a mesma oportunidade.

Minha opinião

Embora eu seja muito suspeita para falar de Donnie Darko, já que sou muito fã do filme, foi minha primeira experiência lendo um roteiro, e preciso dizer que amei!

Ler um roteiro de um filme que você já conhece, e não ao contrário como muitas vezes acontece de lermos um livro e depois assistir sua adaptação, é uma experiência muito legal. Apesar de já ter todas as feições dos personagens na mente, você consegue visualizar a cena lida e imaginar como seria algumas cenas que na hora de gravar acabaram saindo.

Sim, assim como em adaptações de livros para filmes, roteiros também sofrem alterações. E eu adorei ver algumas cenas extras no roteiro, cenas que sofreram alterações na telona ou foram intercaladas com outras. O cinema é realmente uma coisa muito mágica, e sempre acaba rolando um improviso e a cena ficando melhor do que era esperado.


Devo dizer que me tornei ainda mais fã do filme protagonizado por Jake Gyllenhaal, pois no início do livro há uma entrevista com o roteirista/diretor Richard Kelly e ver o tanto que ele lutou, como cineasta iniciante, para fazer esse projeto acontecer, é de admirar. E o resultado não poderia ser outro, já que muitos estavam envolvidos pelo amor ao roteiro do filme, e não por dinheiro.

O diretor é grande fã do Stephen King e depois de ler o livro, ao rever o filme percebi coisas que não havia visto antes, como a mãe de Donnie lendo It, pois cada mínimo detalhe é descrito em um roteiro.

Donnie Darko é certamente um grande filme de ficção científica e digo sem medo com total certeza que tem minha trilha sonora favorita de todos os tempos, contando com muitas músicas dos anos 80. Lembro de assistir o filme pela primeira vez cantando cada uma.

E como no filme ouvimos falar sobre "A filosofia da viagem no tempo", não poderia faltar um apêndice com o livro no final. Achei maravilhoso poder ter acesso a esse material no livro e parar para rever cada ponto no filme referente a cada artefato.

Ah, adorei que no início dos capítulos tem a linha vital do amor e do medo, mas como diria Donnie: "Nem tudo pode ser embolado em duas categorias. É muito simplista."


Foi maravilhoso rever o filme depois de ler o roteiro original e eu demorei tanto tempo para associar o Jake à Maggie Gyllenhaal que só vendo dessa vez que me toquei que os irmãos na ficção são irmãos na realidade. haha E é até curioso você ler a entrevista do diretor quanto às dificuldades mas se deparar com o elenco de peso que conta com nomes como Patrick Swayze e Drew Barrymore, mas como eu disse, esse filme foi executado com mais amor ao roteiro que dinheiro.

Você pode adquirir o livro aqui.

Fiquem com algumas imagens do livro:







Por Amanda Rocha


Posts Relacionados

5 comentários:

  1. Ainda não assisti o filme e já fiquei curiosa com o livro!

    ResponderExcluir
  2. Até hoje eu não entendi a história de Donnie Darko. É completamente prolixo pra mim entender o desenvolvimento dessa história kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Também sou fã do filme e concordo muito com você que a experiência de ler o roteiro depois de ter assistido (algumas vezes) o filme é muito legal. E de fato o livro fica ainda melhor pelas entrevistas do início e pelo apêndice com "A filosofia da viagem no tempo" que desde a primeira vez que vi o filme fiquei curiosa sobre.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, deve ser bem interessante a experiência de ler o roteiro de um filme que gostamos e depois rever. É um outro prisma que se abre para a contemplação da obra. Donnie Darko é um filme impactante.

    ResponderExcluir
  5. Amiga, muito orgulho de nossa idealização com essa maratona! De verdade! E que resenha! Uma das melhores sua que já li! Parabéns! Eu não assisti Donnie Darko 🤦, mas Mylena ama! Que venham mais leituras e resenhas tão boas quanto esta na #maratonadacaveira!

    ResponderExcluir