[Leitura Coletiva Dark] Resenha: Menina boa, menina má - Ali Land - Sobre a leitura

[Leitura Coletiva Dark] Resenha: Menina boa, menina má - Ali Land

Para quem não sabe, estamos com um grupo no Whatsapp de Leitura Coletiva Dark, ou seja, leremos durante o ano diversos livros de terror, thriller e até fantasia dark. O tema de Janeiro foi "Thriller" e o livro mais votado foi Menina boa, menina má da autora Ali Land. Caso queiram participar é só entrar em contato. O tema de fevereiro será "Terror Clássico".

Livro: Menina boa, menina má

Autora: Ali Land
Editora: Record
Páginas: 376
Nota: ⭐⭐⭐⭐ 

Sinopse

Os corações das crianças pequenas são órgãos delicados. Um começo cruel neste mundo pode moldá-los de maneiras estranhas Nome novo. Família nova. Eu. Nova. Em folha. A mãe de Annie é uma assassina em série. Um dia, Annie a denuncia para a polícia e ela é presa. Mas longe dos olhos não é longe da cabeça. Os segredos de seu passado não a deixam dormir, mesmo Annie fazendo parte agora de uma nova família e atendendo por um novo nome — Milly. Enquanto um grupo de especialistas prepara Milly para enfrentar a mãe no tribunal, ela precisa confrontar seu passado. E recomeçar. Com certeza, a partir de agora vai poder ser quem quiser... Mas a mãe de Milly é uma assassina em série. E quem sai aos seus não degenera...


Nossa opinião

Annie carrega cicatrizes na pele, na mente e no coração por conviver durante anos com uma mãe serial killer e que a maltratava, até tomar coragem e denunciar a mãe para policia.

Agora Annie virou Milly, é uma nova pessoa, tem uma nova família, ainda que temporária,  e o mais importante: tem a chance de construir uma nova história. Mas Milly não terá paz na nova família, a filha de seus pais provisórios está disposta a transformar a vida dela em um inferno, enquanto isso Milly precisa lidar com a menina boa e a menina má que há dentro dela.


A escrita de Ali Land é envolvente e por isso Milly/Annie é uma personagem bem construída. Mesmo tendo poucas páginas, o livro consegue nos chocar com as descrições, exercitar nossa empatia, nos fazer questionar nossa índole e ainda nos surpreender com o desenvolver da protagonista. É de se admirar que essa seja a primeira e única obra da autora.

Por fim, Menina boa, menina má trás uma questão muito importante: até onde nossos pais podem nos influenciar? Se nossos pais são ruins nós também estamos fadados a ser?

Por Amanda Rocha e Priscila Biancardi

Talvez você também goste

6 comentários

  1. Esse livro trás uma questão bem legal sobre o fato de serial killers passarem esse "legado" para os filhos. Em psicologia muitas teorias refutam isso. É com certeza um livro que tenho muita curiosidade de ler justamente por conta desse dilema *-* adorei a indicação!

    ResponderExcluir
  2. Oie!!

    Achei maravilhoso esse grupo de leitura dark, pois adoro esse tipo de leitura!!!
    Esse livro, tive indicação por uma amiga e parece ser ótimo mesmo. Gostei de saber suas impressões.
    Eu tenho bastante curiosidade no tema e imagino ser filha de uma serial Killer, o quanto isso pode influenciar ou não.
    Gostaria de ler!!

    bjs
    Fe

    ResponderExcluir
  3. Imagino que ser filha de uma serial killer deixe marcas profundas na mente de uma pessoa, ninguém sai ileso de uma situação dessas. O livro aborda um tema bem instigante, a trama psicológica se faz muito presente.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Thriller e ainda por cima envolvendo psicológico? ADOREI! Vou querer ler com toda certeza!
    Isso de ser filha de uma serial killer deve mexer muito com a cabeça da pessoa, que sempre fica naquele dilema: será que eu também sou? Imagino o trabalho de pesquisa que a autora deve ter feito para que o livro ficasse plausível.

    Bacana seu grupo de leitura coletiva; o legal é que dá pra ir lendo e comentando com outras pessoas que também estiverem lendo; genial!
    Enfim, parabéns pela resenha e muito obrigada pela indicação de leitura.
    Beijinhos e boa semana.
    Isabelle
    https://blogalgodotipo.wordpress.com/
    https://livrosgatoscafe.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Amei a ideia do grupo...É maravilhoso ter alguém para conversar depois das leituras. E os livros da Dark são fantásticos....

    ResponderExcluir