Resenha: Outsider - Stephen King



Livro: Outsider
Autor: Stephen King
Editora: Suma
Páginas: 528
Nota: 5/5

Sinopse

O corpo de um menino de onze anos é encontrado abandonado no parque de Flint City, brutalmente assassinado. Testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas da cidade — Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol, professor de inglês, casado e pai de duas filhas. O detetive Ralph Anderson não hesita em ordenar uma prisão rápida e bastante pública, fazendo com que em pouco tempo toda a cidade saiba que o Treinador T é o principal suspeito do crime. Maitland tem um álibi, mas Anderson e o promotor público logo têm amostras de DNA para corroborar a acusação. O caso parece resolvido. Mas conforme a investigação se desenrola, a história se transforma em uma montanha-russa, cheia de tensão e suspense. Terry Maitland parece ser uma boa pessoa, mas será que isso não passa de uma máscara? A aterrorizante resposta é o que faz desta uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King.

Minha opinião

Outsider é o mais novo lançamento de Stephen King e mostra que o escritor está mais em forma do que nunca, Outsider é a volta de King às origens.

O livro já começa com uma narrativa bem agitada, o que não é tão comum nos livros do King. Ao longo da narrativa somos levados para dentro da narrativa, como se estivéssemos dentro do livro, o que é bem comum nos livros do King.

Quem conhece as obras do autor sabe que ele é deveras detalhista, mas em Outsider é isso que faz a diferença: os detalhes. Quando eu estava lendo fiquei maluca fazendo várias teorias de como é possível que alguém esteja em dois lugares ao mesmo tempo. King segura o suspense até o final, nós só descobrimos o que aconteceu quando ele quer.

Um dos maiores pontos positivos nesse livro e em vários outros do King são os personagens, eu sempre me surpreendo com a habilidade dele em criar personagens que cativam a gente, durante a leitura eu me imaginei tomando café com os personagens haha.

Em Outsider, King definitivamente mostra que não perdeu a mão com o passar da idade, sem dúvida é um livro que merece um lugar no meu top 10 dos livros do King.

[Alerta: Outsider se passa após a trilogia do Bill Hodges, portanto possui muito spoilers da trilogia.]

Por Priscila Biancardi

Talvez você também goste

0 comentários