Resenha: Oneiros - Chaves do Sono, de D. A. Potens

  • agosto 09, 2018
  • By Pedagogia Criativa
  • 0 Comments

pri-1

Livro: Oneiros – Chaves do sono
Autor: D. A. Potens
Editora: Independente
Páginas: 120
Nota: 5/5


Dessa vez, nós do sobre a leitura fizemos uma parceria com o querido D. A. Potens e seu mais novo livro, Oneiros – Chaves do sono. Vem dar uma conferida!


Sinopse


A figura que uma mãe jamais esperava ver: seu pequeno filho na cama, de olhos chamuscados e boca aberta como se tivesse visto o inferno. O caso de polícia logo se espalhou como um vírus, trazendo em suas costas o temor de que algum psicopata ou doença desconhecida estivesse á solta, aguardando tranquilamente enquanto a rotina engolia pouco a pouco a vida dos demais. Após uma investigação inconclusiva, Michaela, a policial responsável pelo caso, se vê amarrada e pressionada por tudo e todos quando, enfim, compreende o porquê da falta de razão nas ocorrências do Menino de Olhos Vazados e de dois colegas que morreram do mesmo modo. Diante do medo, engolida por um mundo espelhado, ela descobrirá quem são seus algozes e precisará provar que os sonhos podem ser mais reais do que a própria realidade. Acompanhe em “Oneiros” uma novela de Terror Cósmico que mexerá com a sua mente.






Nossa opinião


Priscila: Eu já conheço D.A Potens de outros carnavais, inclusive o autor já marcou presença aqui quando nós falamos um pouco do seu outro trabalho, O culto.


Oneiros tem uma proposta bem diferente, Potens consegue trazer elementos da fantasia, terror e um toque de mitologia grega pra sua nova novela e faz esses elementos conversarem muito harmoniosamente entre si.


Outra coisa notável em Oneiros é a construção dos personagens, apesar de ser um livro bem curto, Potens consegue explorar bem os pontos fortes de cada personagem.


Se você quer uma experiência diferente no mundo da leitura, esse é o livro que você estava procurando.


Amanda: Acho que a melhor maneira de começar a falar desse livro é dizendo que ele não é um livro leve para se ler de qualquer forma. Oneiros precisa ser lido com calma e atenção pois cada detalhe nele é importante.


Vale ressaltar que no final do livro há um glossário também, o que achei muito interessante e devo parabenizar ao Potens pelo carinho com o leitor ao fazer isso e demonstra o tanto de estudo que ele teve para escrever esse livro.


Por fim, concordo com a Priscila: Oneiros é uma experiência de literatura bem diferente e foge da mesmice que muitas vezes nos deparamos por aí. Se quiser ter uma experiência literária única, esse é o livro.


Você pode adquirir o livro aqui.


Por Amanda Rocha e Priscila Biancardi

Talvez você também goste

0 comentários