Resenha: Com amor, Simon - Becky Albertalli

simoon

Foto por: @raffaellotteryo


Livro: Com amor, Simon
Autora: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Nota: 5/5


Sinopse

Ele não vê problemas em sua orientação sexual, mas rejeita a ideia de ter que ficar dando explicação para as pessoas — afinal, por que só os gays têm que se apresentar ao mundo? Enquanto troca e-mails com um garoto misterioso que se identifica como Blue, Simon vai ter que enfrentar, além de suas dúvidas e inseguranças, uma chantagem inesperada.



Minha opinião

Querido leitor.


Eu sou um romancista de primeira, não posso negar. Topar com Simon VS A agenda Homo Sapiens (atualmente, Com Amor, Simon) foi mais do que uma simples leitura, foi uma experiência.
Simon Spiers é um garoto gay de dezessete anos que vê seu mundo cair quando seus e-mails íntimos e anônimos com Blue são descobertos por Martin, um aluno do colégio, que propõe uma troca de favores (leia-se chantagem) entre os dois, para não ter o segredo revelado, Simon tem que ajudar Martin a conquistar Abby, uma amiga dele. Ter seu grande segredo descoberto e ser chantageado é como um terremoto na vida de Simon, cada olhar, cada indireta, tudo parecia ter um tom de ‘‘Faça o que eu mando, ou...’’.
No meio de todo esse estardalhaço, ainda havia um mistério a saber. Quem é Blue? O garoto anônimo com quem Simon conversa sobre seu dia a dia, sobre seus sentimentos e sobre ‘‘Sair do Armário’’ vai tomando cada vez mais seus pensamentos e sua curiosidade. O grande primeiro encontro dos dois é uma coisa linda de se ler, a primeira troca de olhares, o primeiro toque, o primeiro beijo. Entre momentos tensos das ameaças sutis de Martin e suspiros por Blue, o livro se desenrola de uma maneira leve e solta, o que te faz sofrer quando percebe o final se aproximando.
A atmosfera que envolve o livro é incrível. Estamos acostumados a ver romances héteros à vontade nas prateleiras, mas um romance gay e adolescente é um verdadeiro chute que balança esse padrão. Além de lidar com todas as fases que a adolescência oferece, Simon ainda é consumido pela dúvida de sair ou não do armário, o simples fato de falar que ama o sexo semelhante pode consumir alguém até uma explosão, ou estardalhaço, e a maneira como a autora desenvolve isso é maravilhoso.
Simon VS A agenda Homo Sapiens é um romance adolescente lindo, emocionante e um suporte para todos que guardam algo dentro de si, além de um grito de esperança para um mundo melhor.


Espero que você goste.


Com amor, João.



Talvez você também goste

0 comentários