Resenha: A mulher na janela - A. J. Finn

mulher-4

Livro: A mulher na janela
Autor: A. J. Finn
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Nota: 5/5


Sinopse


Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos.


Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir.


Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle?


Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. 'A mulher na janela' é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.





Minha opinião


"Não é paranoia se está realmente acontecendo"


Acho que a primeira coisa que devemos comentar é que dá para perceber que o autor teve muito carinho ao escrever esse livro porque pesquisou bastante desde filmes clássicos a problemas psicológicos/psiquiátricos e medicamentos.
E para um livro de estreia, A. J. Finn se saiu muito bem e se continuar nesse ritmo ao escrever outros títulos certamente se tornará um autor memorável.


A mulher na janela demora um pouco pra pegar ritmo, mas quando o livro começa a engatar não conseguimos mais soltar.
O livro gira em torno de Anna, uma mulher com seus 30 e tantos anos, que devido a traumas não consegue sair de casa. Certa noite, Anna vê algo que a faz questionar sua sanidade.
O que mais me atraiu nesse livro foi o fato de falar sobre a síndrome do pânico e agorafobia, nunca havia lido nada com essas temáticas. Sem contar que o livro é narrado em primeira pessoa, o que aumenta a sensação de realidade.
A mulher na janela foi uma ótima experiência com algo novo pra mim, acho que é uma leitura muito importante pra quem quer entender como é a vida de uma pessoa com vários distúrbios psicológicos, e principalmente para aprender a ter empatia.


E se quiserem um motivo extra para ler, o livro que foi vendido para mais de 35 países, será adaptado para as telonas pela 20th Century Fox.


Você consegue comprá-lo aqui: A Mulher na Janela



Por Amanda Rocha e Priscila Biancardi

Talvez você também goste

1 comentários

  1. […] ou será apenas ilusão de Annie? O livro é de tirar o fôlego! A resenha completa está aqui e vale muito a pena conferir! Você pode adquiri-lo […]

    ResponderExcluir