Resenha: Suicidas - Raphael Montes

PicsArt_04-05-02.04.12.jpg

Livro: Suicidas
Autor: Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 342
Nota: 5/5


Sinopse


Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – aparentemente sem problemas – a participar de uma roleta-russa?
Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio.
Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte de seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo maior começa a se revelar.


Minha opinião


"Até que ponto realmente conhecemos as pessoas?"


O livro, anteriormente lançado pela editora Benvirá, foi meu primeiro lido do autor nacional Raphael Montes. Não tenho muito costume de ler autores brasileiros, apesar de um dos meus livros favoritos ser do Walcyr Carrasco, mas posso dizer que o Raphael funcionou como um combustível na minha vontade de ler mais nacionais. Estou completamente encantada com a escrita do autor! O livro não tem altos e baixos, é só alto direto. O livro possui uma escrita instigante que faz com que você às vezes tenha vontade de terminar de lê-lo logo e em outras te faz querer nunca terminar de tão bom que é.
Por ser carioca, a experiência para mim foi até mais intensa pois vários lugares conhecidos são citados e as críticas feitas pelo autor são muito pertinentes para quem vive aqui.
E o final? Você pode ter certeza que nunca estará preparado para o final até que ele chegue. Eu recomendo demais o livro para quem gosta de muito suspense e não se incomoda com cenas fortes, para pessoas que tem uma sensibilidade maior, o livro pode acabar trazendo algumas questões à tona e ser perturbador. Por fim, estou ansiosa para ler mais do autor.


O livro pode ser encontrado com três capas. Duas da editora Benvirá e a mais atual, da Companhia das Letras.


[gallery ids="337,338,336" type="rectangular"]

Curiosidades sobre o livro


Foi escrito por Raphael quando ele tinha 22 anos.
Cita outro livro do autor: Dias perfeitos.
Artistas citados no livro: Santana, Mamonas Assassinas, Adriana Calcanhoto, Amy Winehouse, Radiohead, Beatles, Charles Bukowski, Sir Arthur Conan Doyle, Rolling Stones, Alfred Hitchcock e John Grisham.
Hitler e o assassino em série John Wayne Gacy também são citados.


Caso queiram comprar, você o encontra com o menor preço aqui na Amazon, por 29,70: Suicidas.


Por Amanda Rocha

Talvez você também goste

2 comentários

  1. […] é de deixar o queixo caído (para não dizer outra coisa). Você pode conferir a resenha dele aqui e comprá-lo aqui: […]

    ResponderExcluir
  2. […] intenso com histórias fortes e um final de deixar o queixo caído. Confira a resenha completa aqui. Você pode adquiri-lo […]

    ResponderExcluir