Resenha: Salem - Stephen King

  • fevereiro 20, 2018
  • By Pedagogia Criativa
  • 0 Comments


Livro: Salem
Autor: Stephen King
Editora: Suma de letras
Páginas: 464
Nota: 3/5


Sinopse
Ambientado na cidadezinha de Jerusalem's Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade.
Após a chegada desses forasteiros, fatos inexplicáveis vêm perturbar a rotina provinciana de Jerusalem's Lot: uma criança é encontrada morta; habitantes começam a desaparecer sem deixar vestígios ou sucumbem a uma estranha doença. A morte passa a envolver a pequena cidade com seu toque maléfico e Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que resta aos sobreviventes da praga: fugir.
Mas isso não será tão simples, os destinos de Ben, Mark, Barlow e Jerusalem's Lot estão agora para sempre interligados. E é chegada a hora do inevitável acerto de contas.
-----------------------------------------------------
Minha opinião
Publicado anteriormente como "A hora do vampiro", Salem é o segundo livro de Stephen King que foi publicado e o décimo quinto que leio do meu autor preferido, então já estou habituada com a escrita do autor, que tem a fama de ser bem detalhista e às vezes enrolão, mas nem isso me preparou pra Salem. O livro é muito, mas muito enrolado, no começo a história é maravilhosa e empolgante, mas no meio começa a ficar muito confuso. Se vocês estão acostumados com os livros do King sabem que ele é ótimo escrevendo sobre crianças e infância e com Salem isso não foi diferente. Mark é um dos personagens principais e é uma criança super cativante e com certeza as cenas que ele aparece são os pontos altos do livro, porém pra quem conhece os livros do King também sabe que muitos dos livros dele tem um final um tanto quanto decepcionante, e por incrível que pareça não foi o caso de Salem. A cena do desfecho do livro é simplesmente incrível! Pra finalizar, Salem é um livro ok, não entrou pro meu Hall de preferidos do King e não recomendo pra quem está começando a ler os livros do autor agora.


Por Priscila Biancardi

Talvez você também goste

0 comentários