Em a elite a escolha a seleção america indicação kiera cass princesa recomendação resenha Resenhas trilogia

Resenha: Trilogia "A seleção" - Kiera Cass

https://sobrealeitura.files.wordpress.com/2018/02/picsart_02-26-07-24-12.jpg?w=1024



Livros
: A seleção, A elite e A escolha
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Nota: 5/5

Sinopse
Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.
Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa.
Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...
----------------------------------------------------
Minha opinião
Essa resenha será um pouco diferente, resenharei os 3 livros de uma única vez.
Eu demorei anos pra ler os livros devido ao grande hype que tiveram, então gosto de deixar passar a fase, se mesmo assim continuarem falando, é porque o livro realmente é bom.
Eu comecei a ler sem nenhum expectativa, mas li cada livro em um dia.
Eu optei por ler somente os três primeiros livros, que conta a história da America, depois disso conta a história da filha dela.
Os livros são muito leves de ler, prende a atenção de uma forma que você só para de ler quando o livro acaba.
O livro é narrado por America, geralmente eu não gosto de livros narrados por mulheres, mas adorei America e vou defendê-la.
Pra concluir, ler só os três livros já fechou a história pra mim, mas fica a critério de cada um ler ou não os outros. O livro não tem nada clichê (talvez só alguns poucos haha), mas é uma história envolvente que vale a leitura.

Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

1 Comentários

Em garota exemplar gillian flynn indicação livros Meta de leitura recomendação resenha Resenhas

Resenha: Garota Exemplar - Gillian Flynn


Livro: Garota Exemplar
Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 446
Nota: 5/5


Sinopse
Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?
-------------------------------------------------------
Minha opinião
Não há outra palavra para definir esse livro além de surpreendente. Gillian Flynn é simplesmente brilhante. A trama é envolvente e a maneira como vai evoluindo nos deixa ainda mais curiosos. Em suma, é um livro difícil de largar. Vamos nos afeiçoando pelos personagens e cada reviravolta é uma surpresa. Garota exemplar é o tipo de livro que te faz mudar de opinião sobre o principal mistério constantemente e quando você acha que solucionou tudo a autora te surpreende mais uma vez. Foi o primeiro livro que li da autora e com certeza irei conhecer outros trabalhos dela. Uma dica que deixo aqui é evitar o máximo de contato com a adaptação cinematográfica antes de ler o livro. Sempre tive muita vontade de ler esse livro e nem trailers do filme eu assisti, e posso dizer que foi a melhor coisa que fiz, pois assim não tive a experiência da leitura prejudicada, podendo imaginar acontecimentos e personagens com riqueza de detalhes.


Por Amanda Rocha

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

1 Comentários

Em a maldição a maldição do cigano Autores Especiais de autores especial indicação livros mistério o iluminado o talismã recomendação stephen king suspense

Precisamos falar sobre Stephen King – parte 3


É fato que Stephen King é um dos maiores escritores do mundo, com quase 100 livros publicados. Quem nunca leu nada dele e tem vontade de iniciar a leitura de suas obras sempre se pergunta “Por onde devo começar?”.
Pensando nisso, criamos esse especial dividido em 3 partes para indicar livros do Stephen King pra quem não sabe por onde começar. A primeira parte você pode ver aqui. A segunda parte aqui.
Nessa terceira e última parte trouxemos recomendações de mais três livros.


O iluminado: Um dos maiores clássicos de Stephen King, não poderia ficar de fora.
Jack perde seu emprego de professor e consegue um cargo de zelador no hotel Overlook. O que Jack não sabe é que esse hotel é amaldiçoado e mexe com a cabeça das pessoas, e quem mais vai sofrer com isso é seu filho Dany que possui o dom da iluminação. Ignorem a adaptação de Stanley Kubrick.


A maldição: Anteriormente publicado como “A maldição do cigano”, esse é de longe um dos meus livros preferidos.
Mais magro...
Bill, um advogado obeso, é amaldiçoado por um cigano após atropelar um cigana. Após usar de artimanhas para se livrar da culpa, Bill é inocentado e o cigano resolve fazer justiça com as próprias mãos. Após sussurrar para o advogado essas duas palavras: “mais magro”, Bill precisa correr contra o tempo para preservar sua existência.


O talismã: Escrito em parceria com Peter Straub, é um livro de fantasia. Isso mesmo, de fantasia. Indico esse pra quem quer começar começar a ler os livros do King, mas talvez tenha algum problema com livro de terror.
Jack Sawyer se vê diante de uma situação muito ruim quando descobre que sua mãe está doente e a única forma de a curar é indo atrás de um artefato chamado “O talismã”. Então Jack sai em busca do objeto pelos Estados Unidos, junte isso ao fato de Jack fazer sua busca em um Estados Unidos de um mundo paralelo e temos um dos melhores livros de fantasia.


Espero que tenham gostado das recomendações do especial Stephen King. Boa leitura!


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

1 Comentários

Em A hora do vampiro livros resenha Resenhas Salem Salem's lot stephen king suspense

Resenha: Salem - Stephen King


Livro: Salem
Autor: Stephen King
Editora: Suma de letras
Páginas: 464
Nota: 3/5


Sinopse
Ambientado na cidadezinha de Jerusalem's Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade.
Após a chegada desses forasteiros, fatos inexplicáveis vêm perturbar a rotina provinciana de Jerusalem's Lot: uma criança é encontrada morta; habitantes começam a desaparecer sem deixar vestígios ou sucumbem a uma estranha doença. A morte passa a envolver a pequena cidade com seu toque maléfico e Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que resta aos sobreviventes da praga: fugir.
Mas isso não será tão simples, os destinos de Ben, Mark, Barlow e Jerusalem's Lot estão agora para sempre interligados. E é chegada a hora do inevitável acerto de contas.
-----------------------------------------------------
Minha opinião
Publicado anteriormente como "A hora do vampiro", Salem é o segundo livro de Stephen King que foi publicado e o décimo quinto que leio do meu autor preferido, então já estou habituada com a escrita do autor, que tem a fama de ser bem detalhista e às vezes enrolão, mas nem isso me preparou pra Salem. O livro é muito, mas muito enrolado, no começo a história é maravilhosa e empolgante, mas no meio começa a ficar muito confuso. Se vocês estão acostumados com os livros do King sabem que ele é ótimo escrevendo sobre crianças e infância e com Salem isso não foi diferente. Mark é um dos personagens principais e é uma criança super cativante e com certeza as cenas que ele aparece são os pontos altos do livro, porém pra quem conhece os livros do King também sabe que muitos dos livros dele tem um final um tanto quanto decepcionante, e por incrível que pareça não foi o caso de Salem. A cena do desfecho do livro é simplesmente incrível! Pra finalizar, Salem é um livro ok, não entrou pro meu Hall de preferidos do King e não recomendo pra quem está começando a ler os livros do autor agora.


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

0 Comentários

Em gillian flynn histórico de leitura J.M.Barrie joe hill livros Meta de leitura recomendação resenha Resenhas skoob stephen king

Meta de leitura 2018

Muita gente fica curiosa sobre as metas de leitura alheias e às vezes até buscam novos livros através delas. Sendo assim, trouxemos aqui pro blog nossas metas de leitura para 2018.


Livros em comum nas duas metas:


PicsArt_02-07-02.21.58.jpg


De cima pra baixo, da esquerda para a direita:



  • Como viver eternamente, Sally Nicholls

  • Proibido, Tabitha Suzuma

  • Um de nós está mentindo, Karen M. McManus

  • Agência de investigações holísticas Dirk Gently, Douglas Adams

  • A longa e sombria hora do chá da alma, Douglas Adams

  • A outra face, Sidney Sheldon

  • A química, Stephanie Meyer

  • Desaparecido para sempre, Harlan Coben


---------------------------------------------------
Meta de leitura da Amanda Rocha:


PicsArt_02-07-02.27.27.jpg


Da esquerda para a direita:

  • Peter Pan, J. M. Barrie (resenha aqui)

  • Garota Exemplar, Gillian Flynn

  • Nick & Norah - uma noite de amor e música, Rachel Cohn e David Levithan

  • O pacto (Amaldiçoado), Joe Hill

  • Filme noturno, Marisha Pessl

  • Menina má, William March

  • Revival, Stephen King

  • Alice's adventures in Wonderland and other stories, Lewis Carroll

  • Gelo negro, Becca Fitzpatrick

  • A playlist de Hayden, Michelle Falkoff


PicsArt_02-07-02.30.10.jpg



  • Deuses Americanos, Neil Gaiman

  • Jogador n° 1, Ernest Cline

  • Extraordinário, R. J. Palacio

  • Vampiro americano, Scott Snyder

  • DUFF, Kody Keplinger

  • Assassinato no expresso do oriente, Agatha Christie

  • A ira dos anjos, Sidney Sheldon

  • O guia do mochileiro das galáxias, Douglas Adams

  • O vilarejo, Raphael Montes

  • Electric Dreams, Philip K. Dick


PicsArt_02-07-02.31.51.jpg

  • Suicidas, Raphael Montes

  • A bússola de ouro, Philip Pullman

  • A luneta âmbar, Philip Pullman

  • A faca sutil, Philip Pullman


---------------------------------------------------
Meta de leitura da Priscila Biancardi:


PicsArt_02-07-02.36.03.jpg


Da esquerda para a direita:

  • O culto - A origem da cabra preta, D.A. Potens (resenha aqui)

  • Medo clássico, Edgar Allan Poe

  • Cidade dos mortos - Eles não morrem, Joe McKinney (resenha aqui)

  • Fantasmas do século XX, Joe Hill (resenha aqui)

  • Sem deixar rastros, Harlan Coben (resenha aqui)

  • O som do amor, Jojo Moyes

  • Lugares escuros, Gillian Flynn (resenha aqui)

  • A dança da morte, Stephen King

  • Tartarugas até lá embaixo, John Green

  • O livro das sombras, Philip Pullman


PicsArt_02-07-02.41.41.jpg



  • A seleção, Kiera Cass

  • A elite, Kiera Cass

  • A escolha, Kiera Cass

  • Amor letal, Robin LaFevers

  • Divina vingança, Robin LaFevers

  • The beauty of darkness, Mary E. Pearson

  • The kiss of deception, Mary E. Pearson

  • The heart of betrayal, Mary E. Pearson

  • Drácula, Bram Stoker

  • O cão dos Baskerville, Arthur Conan Doyle


PicsArt_02-07-02.46.08.jpg



  • A corrente da vida, Walcyr Carrasco

  • Fiquei com o seu número, Sophie Kinsella

  • O misterioso caso de Styles, Agatha Christie

  • Frankenstein, Mary Shelley

  • O médico e o monstro, Robert Louis Stevenson

  • Star wars - A trilogia, George Lucas

  • A prisão do rei, Victoria Aveyard

  • Espada de vidro, Victoria Aveyard

  • Dois a dois, Nicholas Sparks

  • Por lugares incríveis, Jennifer Niven


PicsArt_02-07-02.53.06.jpg



  • Jantar secreto, Raphael Montes

  • Salem, Stephen King


E aí? Se interessou por algum? Tem algum desses na sua meta? Se quiser acompanhar melhor nosso histórico de leitura nos siga no skoob!


Skoob Amanda Rocha
Skoob Priscila Biancardi

Por Amanda Rocha e Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

0 Comentários

Em dexter game of thrones GoT indicação recomendação Séries stranger things supernatural tbbt the big bang theory top 5

Top 5 de séries - Priscila

Dando continuidade ao Top 5 de séries, vamos agora ao top 5 da Priscila Biancardi. Algumas são inspiradas em livros, outras inspiraram livros. Vamos lá!
-----------------------------------------------------------------------------
Supernatural (2005 – atualmente)


supernatural

Salvar pessoas, caçar coisas, o negócio da família.
Supernatural é o meu xodó e vou defendê-la. Tudo começa quando Dean procura Sam para ajudar a achar o pai deles, John Winchester, que desapareceu para caçar o que ele acha que pode ter matado sua esposa, Mary há mais de 20 anos. Nisso, os rapazes começam a caçar criaturas até acharem o que querem em busca do que matou sua mãe e talvez seu pai.
-------------------------------------------------------------
Dexter (2006 – 2013)


dexter

Dexter é aquele tipo de série que faz a gente torcer pelo “vilão”. Dexter é um serial killer que desde criança já mostra tendências psicopatas e isso se intensifica conforme ele  cresce. Percebendo o impulso do filho, Harry, cria um código de conduta para Dexter, que só o permite matar gente ruim, mas será que isso irá o manter longe de encrenca?
-------------------------------------------------------------
The big bang theory (2007 – atualmente)

the-big-bang-theory


Única série de comédia do meu top 5 e ainda com temática nerd. TBBT gira em torno do dia a dia de 4 amigos nerds: Sheldon, Leonard, Rag e Howard, a série é repleta de referências a cultura pop e tem o humor bem ácido, do jeito que a gente gosta.
-------------------------------------------------------------
Game of thrones (2011- atualmente)

game_of_thrones


Baseada na maravilhosa séries de livros de George R.R. Martin, a série é uma super produção que nos leva pros sete reinos onde vários líderes disputam o direito de
sentar no trono de ferro e governar tudo, mas antes de alguém conseguir isso, muito sangue será derramado, muitas cabeças irão rolar, literalmente.
-------------------------------------------------------------
Stranger things (2016 – atualmente)

Stranger things série
Eu como uma grande fã de Stephen King não poderia deixar ela de fora, a série se passa nos anos 80 e é um prato cheio pra quem gosta de Stephen King. A série não é adaptação de nenhuma obra do King, porém tem várias referencias. Ambientada na cidade fictícia de Hawkins, a série começa com o misterioso desaparecimento de Will, e na mesma época, uma menina com estranhos poderes aparece, os amigos de Will, Mike, Lucas e Dustin, se veem envolvidos nessa trama quando a garota entra na vida deles e dá sinais de saber onde Will está.
-------------------------------------------------------------
Como muitos já sabem, Game of thrones é inspirado em livros. Dexter, Supernatural e The big bang theory inspiraram livros e Stranger things tem enredo levemente inspirado em livros. Espero que tenham gostado. Mais algum fã dessas séries por aqui?

Por Priscila Biancardi


 

 

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

2 Comentários

Em harlan coben indicação livros mistério recomendação resenha Resenhas sem deixar rastros suspense

Resenha: Sem deixar rastros - Harlan Coben

harlancobren

Livro: Sem deixar rastros
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Nota: 5/5


Sinopse
M
yron Bolitar parecia destinado a uma carreira de sucesso na NBA quando uma lesão no joelho o afastou das quadras para sempre. Porém, 10 anos depois, o agente esportivo e detetive particular com passagem pelo FBI está de volta ao jogo - não para cumprir seu destino como astro do basquete, mas para desvendar mais um mistério. 
O ídolo dos Dragons de Nova Jersey, Greg Downing, maior adversário de Myron na época da faculdade, desapareceu sem deixar rastros pouco antes das finais do campeonato nacional. À frente do caso, com a ajuda de seus dois fiéis escudeiros, Win e Esperanza, Myron trabalhará infiltrado entre os jogadores para tentar obter informações capazes de levar ao paradeiro do antigo rival, com quem também competiu pelo amor de uma mulher.
--------------------------------------------------------------------
Minha opinião
Harlan Coben é um dos meu autores preferidos, particularmente por causa dos livros da série Myron Bolitar.
Esse livro tem aquela pegada de sempre, mistério, um pouco de comédia e um pouco de romance, quem lê os livros dele tá acostumado. Sem deixar rastros entrou para os meus favoritos do autor. Misturando um enredo envolvente, personagens cativantes (exceto a Jessica), e um grande mistério, que realmente só se resolve no final do livro, quando você acha que sabe algo, na verdade não sabe nada.
O livro é cheio de revelações, dentre elas algo sobre o acidente que Myron teve em quadra e que acabou com sua carreira, por isso uma dica é pelo menos ler o primeiro livro da série Myron Bolitar pra poder entender algumas situações, depois pode ler em qualquer ordem.
Então o livro como sempre se tratando de Harlan Coben é maravilhoso, com certeza o autor merece a sua atenção.


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

2 Comentários

Em A coisa Autores Bag of bones Especiais de autores especial indicação It Louca obsessão Misery mistério recomendação Saco de ossos stephen king suspense

Precisamos falar sobre Stephen King - parte 2


É fato que Stephen King é um dos maiores escritores do mundo, com quase 100 livros publicados. Quem nunca leu nada dele e tem vontade de iniciar a leitura de suas obras sempre se pergunta “Por onde devo começar?”.
Pensando nisso, criamos esse especial dividido em 3 partes para indicar livros do Stephen King pra quem não sabe por onde começar. A primeira parte você pode ver aqui.
Para esse segunda parte separamos 3 livros entre leves e pesados que têm como personagens principais escritores.


Misery – Louca obsessão: Esse é o meu livro preferido do Stephen King e narra os acontecimentos após o escritor Paul Sheldon sofrer um acidente de carro e ser resgatado por Annie Wilkes, sua fã número um. Paul se vê diante de uma mulher raivosa que não mede escrúpulos pra ter aquilo que deseja e Paul se vê obrigado a lutar por sua vida.


Saco de ossos: Saco de ossos foi um dos livros que mais me deu medo. Mike vê sua vida virar de ponta cabeça quando sua esposa é morta em um acidente de carro. Além disso ele se vê sem inspiração para escrever seus livros, por conta disso decide ir para a casa do lago para tentar escrever, mas o que Mike não sabe é que será obrigado a enfrentar seus fantasmas do passado.


It – A coisa: It é a prova de que King é mestre em escrever sobre crianças e infância. No verão de 1958 a cidade de Derry se vê envolta em um mistério quando crianças começam a desaparecer. Bill, Ben, Bev, Eddie, Stan e Mike se vêem em uma aventura quando Bill pede ajuda dos amigos para achar seu irmão que ele julga estar em algum lugar da cidade, porém as crianças vão precisar vencer os seus medos e lidar com Pennywise, o palhaço dançarino.


Espero que tenham gostado dessas recomendações. Nos vemos na próxima parte! Boa leitura!


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

2 Comentários

Em arquivo x fringe himym house how i met your mother indicação recomendação Séries SoA sons of anarchy top 5 x files

TOP 5 de séries - Amanda

Sabemos que quem nutre um amor pelos livros também nutre o amor pelas séries, afinal são dois mundos que andam lado a lado,  visto que atualmente várias séries foram inspiradas em livros e o contrário também acontece. Isso desperta em nós, leitores, o interesse por esse mundo. Então trouxemos para vocês um top 5 de cada uma das fundadoras do Blog, que será dividido em duas partes. Algumas das séries têm a ver com o mundo literário, outras não. Esperamos que gostem.
--------------------------------------------------------------------
Sons of Anarchy (2008 – 2014)


soa


Sons of Anarchy é sem dúvidas a melhor série dramática que já assisti. Com uma trama cheia de reviravoltas e ação, é inevitável não se prender a ela. É o tipo de série que faz você questionar sua índole, pois nos vemos torcendo pelas situações mais bizarras. Além do enredo surpreendente, a série conta também com uma trilha sonora maravilhosa, que a deixa ainda mais envolvente. O elenco conta com nomes como Charlie Hunnan (O Raleigh de Círculo de fogo), Tommy Flanagan (O Cícero de Gladiador), Katey Sagal (A Peg de Married with children), Ryan Hurst (O Lil' Foster da série The outsiders), Theo Rossi (O Shades de Luke Cage) e Ron Perlman (nosso famoso Hellboy).
--------------------------------------------------------------------
How I met your mother (2005 - 2014)


himym


HIMYM é uma sitcom deliciosa de se assistir. Por ser uma sitcom (série de comédia), tem um enredo bem leve, e quando digo leve não quero dizer bobo. É claro que há muitas piadas nela mas HIMYM não é tão superficial assim. É possível se identificar com algum personagem e se sentir como parte do elenco. A série acompanha 5 amigos e a trama principal trata-se de um pai (que é um dos amigos) contando aos filhos, da perspectiva dele, todas as ocasiões que o levaram a conhecer a mãe deles. O enredo conta com Cobie Smulders (A Maria Hill de Os Vingadores), Alyson Hannigan (a Michelle de American Pie), Jason Segel (O Peter de Ressaca de amor) e Neil Patrick Harris (O Conde Olaf da série Desventuras em série).
--------------------------------------------------------------------
Fringe (2008 – 2013)


fringe


Fringe é minha série de ficção científica favorita e é muito difícil de falar sobre ela. Basicamente você acompanha a investigação de uma série de eventos estranhos com a agente Dunham e com o cientista Walter Bishop. A série te arranca vários "Ué", "Ahn? Como assim?" mas no fim tudo é interligado. O alívio cômico da série é o próprio cientista. Em certos momentos você fica admirado com a inteligência dele, em outras ri de seu sarcasmo e trocadilhos. A série conta com John Noble (O Denethor de O senhor dos Anéis), Joshua Jackson (O Pacey de Dawson's Creek) e Anna Torv (A Dra. Wendy Carr de Mindhunter).
--------------------------------------------------------------------
Arquivo X (1993 – 2002) (2016 – atualmente)


arquivo x


Arquivo X foi uma das primeiras séries de ficção científica a fazer muito sucesso. Ela certamente inspirou muitas outras que vieram a seguir, inclusive Fringe, mas ainda assim Fringe é minha favorita. Fox Mulder se tornou agente por causa de uma experiência pessoal onde sua irmã desapareceu. Ele é responsável pelo Arquivo X, que nada mais é que casos do FBI que acabaram sem ser solucionados por envolverem situações estranhas demais. Todos questionam a conduta e soluções sugeridas por Mulder, o taxando de estranho, maluco. Então o FBI contrata uma nova agente a fim de acompanhar Mulder nas investigações e avaliar seus métodos. Essa agente é Dana Scully. De início ela deveria espionar Mulder, no entanto ela também começa a presenciar todas as situações estranhas do Arquivo X e se questionar "Será que Mulder é mesmo louco? Ou será que ele tem razão em pensar dessa forma?". Em 2016 a série retornou como um revival e está ativa até hoje. Arquivo X é protagonizado por David Duchovny (O Hank da série Californicarion) e Gillian Anderson (A Bedelia da série Hannibal).
--------------------------------------------------------------------
Dr. House (2004 - 2012)


housemd


House é uma das poucas séries de drama que se passa em ambiente hospitalar que eu gosto. Isso porque ela não fica apenas focando nos dramas e na investigação de casos dentro do hospital. A trama mostra muito da personalidade de cada um da equipe, a interação entre eles, os conflitos que cada um possui, o ego falando mais alto. Sem contar que o sarcasmo em exagero do protagonista acaba conquistando qualquer um. A série conta com Hugh Laurie (o famoso pai do Stuart Little), Jennifer Morrison (A Emma Swan da série Once upon a time), Robert Sean Leonard (O Neil de Sociedade dos poetas mortos) e Jesse Spencer (O Matthew da série Chicago Fire).


--------------------------------------------------------------------


Dessas séries todas acabaram virando livro ou inspirando livros com histórias sobre elas. Sons of Anarchy, Fringe e Arquivo X também viraram HQs. Espero que tenham gostado das minhas indicações! E em breve teremos a segunda parte, com as séries favoritas da Priscila Biancardi. Mais algum fã dessas séries por aqui?


Por Amanda Rocha

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

0 Comentários

Em cidade dos mortos eles não morrem joe mckinney livros recomendação resenha Resenhas

Resenha: Cidade dos mortos - Eles não morrem, de Joe McKinney

PicsArt_02-01-05.45.02.jpg


Livro: Cidade dos Mortos – Eles não morrem
Autor: Joe Mckinney
Editora: Novo século
Páginas: 296
Nota: 5/5


Sinopse
Atingida por cinco furacões catastróficos em três semanas, o Texas Gulf Coast e metade da Lone Star State está sofrendo a pior devastação da história. Milhares de pessoas estão mortas ou morrendo - mas o pior é só o começo. Entre os destroços, algo inimaginável acontece: um vírus mortal foi quebrado, retornando os mortos à vida - com uma insaciável fome de carne humana ... Em poucas horas, a praga se espalhou por todo o Texas. Polícia de San Antonio oficial Hudson Eddie descobre que sua cidade invadida por um exército voraz dos mortos-vivos. Junto com um pequeno grupo de sobreviventes, Eddie precisam lutar contra a horda selvagem em uma corrida para salvar sua família ... Não há lugar para correr. Não há lugar para se esconder. A horda de zumbis está crescendo como o vírus corre solta. Eddie sabe que tem que encontrar uma maneira de destruir esses horrores andar ... mas ele não sabe o preço que ele terá que pagar.
-----------------------------------------------------------
Minha opinião
Eu li esse livro por indicação do meu namorado, mas com certa relutância, por pensar se tratar de uma trama igual a The Walking Dead, felizmente ele insistiu pra eu ler.
O livro logo no começo já é cheio de ação, não demora muito para as coisas acontecerem, até porque o livro basicamente se passa em um dia.
O livro é narrado em primeira pessoa por Eddie, o que pra mim é ótimo, assim podemos saber o que um personagem naquela situação está pensando, e com isso vemos que ele logo percebe o que está acontecendo e do se trata aquelas “pessoas” estranhas, não é necessário vários meses para o personagem se adaptar a nova realidade (ao contrário de uma certa franquia rsrs).
Apesar de ser um livro bem escrito algo no livro me incomodou, que foi o fato dos personagens gastarem muita munição à toa, situações que poderiam matar um zumbi facilmente com um golpe de faca, são usadas balas sem nenhuma razão, mas não é algo que atrapalha a leitura.
Para concluir, é um livro bem escrita, onde os personagens se preocupam com algumas questões além da sobrevivência, como por exemplo, do que se trata essa nova condição? Será um vírus, uma bactéria? Os personagens são cativantes, claro que tem algumas coisas que nos incomoda no sentido de praticidade, mas não é nada que atrapalhe a leitura. Vale a pena dar uma conferida para aprender a como se portar em um apocalipse zumbi.


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

1 Comentários

Em a estranha carrie cemitério cemitério maldito Especiais de autores especial livros pet sematary recomendação stephen king

Precisamos falar sobre Stephen King - Parte 1

PicsArt_02-01-11.05.51.jpg


É fato que Stephen King é um dos maiores escritores do mundo, com quase 100 livros publicados. Quem nunca leu nada dele e tem vontade de iniciar a leitura de suas obras sempre se pergunta “Por onde devo começar?”.
Pensando nisso, vamos fazer um especial dividido em 3 partes para indicar livros do Stephen King pra quem não sabe por onde começar.


Para essa primeira parte eu separei 2 livros do King, um mais leve e outro mais pesado:

Carrie, a estranha: Esse foi o livro de estreia de Stephen King e também foi o primeiro do autor que li. O livro conta a história de Carrie White, uma adolescente que sofre na escola por causa da aparência e em casa com sua mãe fanática religiosa, até que um dia Carrie descobre que tem poderes de telecinese. Carrie é uma boa menina, mas todos temos limites e aqueles que a maltrataram se arrependerão.


O cemitério: A família Creed acabou de se mudar para uma cidade diferente e estão muito felizes, mesmo sendo vizinhos de um estranho cemitério de animais que tem um grande mistério. Até que uma tragédia cai sobre a família e eles se vêem no limite de suas sanidades. Até onde estamos dispostos a ir por nossa família?


Espero que gostem das primeiras recomendações. Nos vemos na próxima parte! Boa leitura!


Por Priscila Biancardi

Leia Mais

Compartilhe Tweet Pine

3 Comentários