Resenha: Lugares escuros - Gillian Flynn

  • janeiro 25, 2018
  • By Pedagogia Criativa
  • 3 Comments

gillian

Livro: Lugares escuros
Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 352 (e-book)
Nota: 5/5


Sinopse
Libby tinha sete anos quando a mãe e as duas irmãs foram assassinadas no «Sacrifício a Satanás de Kinnakee, no Kansas». Enquanto a família jazia agonizante, Libby fugiu da pequena casa da quinta onde viviam e mergulhou na neve gelada de janeiro. Perdeu alguns dedos das mãos e dos pés, mas sobreviveu e ficou célebre por testemunhar contra Ben, o irmão de quinze anos, que acusou de ser o assassino. Passados vinte cinco anos, Ben encontra-se na prisão e Libby vive com o pouco dinheiro de um fundo criado por pessoas caridosas que há muito se esqueceram dela. O Kill Club é uma macabra sociedade secreta obcecada por crimes extraordinários. Quando localizam Libby e lhe tentam sacar os pormenores do crime (provas que esperam vir a libertar Ben), Libby engendra um plano para lucrar com a sua história trágica. Por uma determinada maquia, estabelecerá contacto com os intervenientes daquela noite e contará as suas descobertas ao clube… e talvez venha a admitir que afinal o seu testemunho não era assim tão sólido. À medida que a busca de Libby a leva de clubes de striptease manhosos no Missouri a vilas turísticas de Oklahoma agora abandonadas, a narrativa vai voltando atrás, à noite de 2 de janeiro de 1985. Os acontecimentos desse dia são recontados através da família de Libby, incluindo Ben, um miúdo solitário cuja raiva contra o pai indolente e pela quinta a cair aos pedaços o leva a uma amizade inquietante com a rapariga acabada de chegar à vila. Peça a peça, a verdade inimaginável começa a vir ao de cima, e Libby dá por si no ponto onde começara: a fugir de um assassino.
--------------------------------------------------------------------------------------
Minha opinião
Este foi o primeiro livro da Gillian Flynn a ser publicado e o segundo que leio da autora. A escrita da Gillian é simplesmente maravilhosa, e mesmo em seu primeiro livro isso é notável, ela consegue prender a atenção do leitor usando elementos de mistérios em seus livros.
Agora falando do livro em si, logo no começo já é posto em dúvida se Ben realmente é o assassino, e no decorrer da história nós mudamos de ideia muitas vezes e, relação a Ben, ou seja, quando achamos que sabemos algo, na verdade não sabemos de nada, esse é um elemento que aparece também em “Objetos cortantes” outro livro que li da autora, o que me agrada muito, porque eu acho extremamente irritante na metade do livro já sabermos o que vai acontecer no final, afinal nós lemos um livro de mistérios pra sermos surpreendidos. A construção da personagem principal, Libby, também é muito interessante, ela não é aquela personagem que foi feita pra cativar, ouso dizer que ela poderia até mesmo ser uma personagem irritante, mas os sentimentos dela são descritos de forma tão real que acabamos nos afeiçoando a ela.
Para finalizar, é um livro em que a leitura flui muito fácil, simplesmente não dá pra largar até sabermos o final, até todos os mistérios daquela noite serem resolvidos. Então prepare-se para ficar surpreso.


Por Priscila Biancardi

Talvez você também goste

3 comentários

  1. […] Lugares escuros, Gillian Flynn (resenha aqui) […]

    ResponderExcluir
  2. […] Lugares escuros: Gillian Flynn é uma autora que tem sido cada vez mais notada. Seus livros são recheados de bastante mistério, o que nos instiga a querer saber o final. Todos já sabem que “Garota Exemplar” foi uma adaptação cinematográfica de muito sucesso, mas o que poucos sabem é que outro título da autora foi adaptado para as telonas. O filme é de 2015 e a resenha do livro você pode ver aqui. […]

    ResponderExcluir
  3. […] de alguma coisa, pense melhor. Você pode tirar mais conclusões pela resenha completa que está aqui. Você pode adquiri-lo […]

    ResponderExcluir